quarta-feira, 22 de julho de 2009

O Sr. Malhão de Gaia

Menezes não colará "nem um só cartaz".

A cidade está inundada de outdoors de candidatos às Assembleias de Freguesia, as caixas de correio de "info mail", as apresentações são feitas em restaurantes e Caves de vinho, ... Em nome da Camara e das empresas municipais, vários outdoors estão colocados pela cidade, várias páginas inteirinhas de publicidade no JN. Os outdoors que estão nas praias são um atentado ao que cá estava e continuaremos a ter, estas belas praias, depois da ida do Sr. Malhão de Gaia, são poluição visual da mais agressiva que se pode ver. Tudo isto indica que nem um só cartaz foi colado, mas a cidade está já cheia de propaganda dos trombudos, e o PSD gastou já uma boa maquia.

Sobre as palavras do dito:

"Agora vão ter paciência, haverá até esse dia é muitas inaugurações" - mas disso não temos dúvidas nenhumas, como pouco houve em 4 anos, sabemos que está tudo guardado para agora.

"com o país a atravessar esta crise, o folclore de papel e plástico que vai gastar pelas paredes deste país é uma afronta aos portugueses com dificuldades. Este folclore tem que acabar" - pois de folclore o Sr. Malhão de Gaia é rei, fala do que sabe. Sobre as dificuldades, gostaria de saber é quanto custa o que foi "encorajado" aos candidatos a presidente de Junta. E os placards usados nas apresentações das "Freguesia na Frente".

"é urgente uma nova legislação que discipline e limite a propaganda política" e defendeu que não é por mais um cartaz ou menos um cartaz que se vai ganhar ou perder eleições" - será que a mensagem é para os candidatos às juntas, será uma indirecta?

"48 projectos para os próximos 48 meses" - mais demagogia, sem dúvida uma frase bonita, mas oca. E que tal 69 obras em 69 dias?

a obra feita foi erguida entre 2001 e 2008, "quando todo o país estava a apertar o cinto com a crise. Isto só foi possível porque havia uma estratégia e um rumo e se sabia onde ir buscar o dinheiro para a erguer" - a obra feita, muita dela é Polis, não é obra do PSD. Sim, o dinheiro está nos bancos, já sabemos, e nas parcerias publico-privadas, muito do agrado aqui por Gaia.

Prometeu que permanecerá na Câmara de Gaia durante os quatro anos de mandato e recordou que mesmo quando esteve à frente do PSD, nunca abandonou a autarquia. "Jamais o faria, porque o compromisso com os eleitores é para cumprir" - enfia-me os teus dedos pelos meus olhos que eu deixo ... Aqui, nem com ironia lá vamos. Abandonou a CM, é recordista nacional de faltas às Assembleias Municipais.

Arruamentos caóticos, planeamento destes arruamentos de uma deficiência gritante, empréstimos contraídos para tudo o que seja necessário, endividamento record, dívidas a fornecedores com vários anos, saneamento inexistente, parcómetros em cada esquina, taxas de água e saneamento elevadas, "taxas de disponibilidade" e outras taxas encapotadas, taxas de rampas, desemprego, empresas a fechar, falta de creches, falta de escolas, falta de lares de dia para idosos, empresas municipais que são buracos negros para as verbas, serviços deficitários, tratamento desigual com as juntas PS, corrupção nas empresas municipais (olá, Gaiurb), mega-trapalhadas como o do Complexo Funerário Municipal, megalomanias de teleféricos e marinas e pontes pedestres, abandono do municipio para lançamento de outros projectos pessoais, propaganda injustificada nos jornais de Gaia e no JN paga com dinheiros públicos, outdoors sobre "obras feitas" em cada esquina ou rotunda, nada feito em defesa e respeito do património cultural, nada feito em defesa e respeito do patrimóno industrial, perda e degradação de edificios históricos presentes na memória colectiva de um povo que aqui nasceu, falta de programação cultural (com um vereador no qual depositava alguma esperança), o abandono e saída do Hard Club de Gaia para o Porto, mega-festa/reveillon não cumprido, concertos onde à falta de urinóis o pessoal mija parao Douro em áreas de Refugio Ornitológico e Reserva Natural Local, ...

Isto, só quem cá está é que vê. Muitos não, infelizmente.

Adenda: hoje, 23 de Julho, não apareceram cartazes, mas nas caixas de correio e no chão apareceram os primeiros papelinhos do Sr. Mãlão de Gaia. O meu lema é fazer, a minha ética cumprir, o meu partido Gaia.
Foda-se, não há estomago para isto.

domingo, 19 de julho de 2009

Mais uma temporada


Pelos resumos que vi na RTP, pelos pénaltis que foram assinalados, pelos que o não foram, pelos comentários, pelas repetições mostradas,.... enfim, mas do mesmo,este ano.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Cores

Napoleão Bonaparte, durante as suas batalhas, usava sempre uma camisa de cor Vermelha. Para ele era importante porque, se fosse ferido, na sua camisa Vermelha não se notaria o sangue, e os seus soldados não se preocupariam e também não deixariam de lutar.Toda uma prova de honra e valor.
Duzentos anos mais tarde, Sócrates usa sempre calças castanhas.
MFLeite usa sempre saia-casaco a combinar, verde, castanho, amarelo, enfim, da cor do fino que vem a seguir ao grosso.
P. Portas usa sempre roupa amarela .... e dentes brancos.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

O Polis em Gaia

Este belo edifício, na Afurada, é uma construção Polis. Um belo exemplo da modernização de Gaia.